Histórico da Escola

A E.M.E.F Antonieta Gindri Reghelin foi criada em 29/09/1971 com o Decreto Municipal nº71/71, assinado pelo prefeito municipal Ervandil Reghelin. Recebeu a denominação de E.M.Antonieta Gindri Reghelin. A escola deu início em suas atividades em prédio alugado pela Srª Angelina Valente Pillar, Funcionando de 1ª a 5ª séries. Em 72 foi autorizado o funcionamento da 6ª serie, em 73 foi autorizado o funcionamento da 7ª série e em 74 o funcionamento da 8ª série. As primeiras professoras foram: Sirlei Terezinha Picolo, Sirley Terezinha Nunes da Silva, Joana Alvenir Quincozes Porto e Lenira da Silva Medeiros e como diretora Teresinha Bolzan Denardi, que assumiram na escola no dia 09 de março de 1970.
Exerceram a função de diretora nesta escola:
-Teresinha Bolzan Denardi: de 1970 a 1974
-Joana Alvenir Quincozes Porto: de 1974 a 1977
-Odila Maria Quincozes Olson: de 1977 a 1979
-Neusa Nunes Sesti: de 1979 a 1987
-Maria Mazzari B. Pasa: de 1987 a 1988
-Santa Reethe Olson Carrillo: 1989 a 1992
-Cecilia Pilar: de 1993 a 1996
-Idenir Bacin Raiter: de 1997 a 2000
-Diva Becker: de 2001 a 2004
-Rubiamara Nunes Pires: de 2005 a 2006
-Lisandra Cadó Alves: 2007
-Roseli Mattos: 2008
-Tatiana Della Flora Bolzan: 2009 - 2010
-Silvane Guerra Pes - 2011 - 2012

Corpo Docente

PROFESSORES:

01. ANA PATRÍCIA DE OLIVEIRA BACIN
02. CARLA BIGUELINI
03. CLAIR DE FÁTIMA LIXINSKI GIACOMELLI
04. CLAUDIA PRINA RIGHI
05. JOSÉ ITAMAR KUNH
06. ELIANE ROSINEY PERES DORNELES
07. EUNICE OSTELLO DE AZEVEDO
08. IONE NEU ACOSTA
09. JANICE DE VARGAS ZANINI
10. JOCELAINE APARECIDA MIGLIORIN
11. LUCIANE IDA BORTOLAZ PIVETTA
12. MARIA UNIVERSINA KUNH
13. MARIA ONEIDE DAMIAN
14. MARIBEL ROSA TAMBARA
15. MARLISE VALAU DALOSTO
16. ROSELI RAYMANN DAL OSTO (In Memoriam)
17. SILVANA MARIA PRETTO BUSS
18. SILVANE GUERRA PES
19. TANIA MARIA BUZATTA
20. TATIANA DELLA FLORA BOLZAN
FUNCIONÁRIOS:
01. MARIA CATARINA CORÓ MONTEIRO
02. DANIELA SANCHES VARGAS
03. DIRLENE TERESINHA PILLA MIGLIORIN

SECRETÁRIO:
04. JEAN FABIANO DOLESKI FRANCO
MONITORA:
PAOLA SANCHES VARGAS
ESTAGIÁRIOS:
JEAN TURCHETTI
CAMILA LIXINSKI GIACOMELLI

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Reunião professores início do ano letivo

Professores apaixonados
Professoras e professores apaixonados acordam cedo e dormem tarde, movidos pela idéia fixa de que podem mover o mundo. Apaixonados, esquecem a hora do almoço e do jantar: estão preocupados com as múltiplas fomes que, de múltiplas formas, debilitam as inteligências.
Professoras apaixonadas descobriram que há homens no magistério igualmente apaixonados pela arte de ensinar, que é a arte de dar contexto a todos os textos.
Não há pretextos que justifiquem, para os professores apaixonados, um grau a menos de paixão, e não vai nisso nem um pouco de romantismo barato.
Os professores apaixonados, com ou sem carro, buzinam o silêncio comodista, dão carona para os alunos que moram mais longe do conhecimento, saem cantando o pneu da alegria. Se estão apaixonados, e estão, fazem da sala de aula um espaço de cânticos, de ênfases, de sínteses que demonstram, pela via do contraste, o absurdo que é viver sem paixão, ensinar sem paixão. Os professores apaixonados muito sabem das dificuldades, do desrespeito, das injustiças, até mesmo dos horrores que há na profissão. Mas o professor apaixonado não deixa de ser professor, e seu protesto é continuar amando apaixonadamente.
Continuar amando é não perder a fé. Ter fé impede que o medo esmague o amor, que as alienações antigas e novas substituam a lúcida esperança.
Os professores apaixonados querem tudo. Querem multiplicar o tempo, somar esforços, dividir os problemas para solucioná-los. Querem analisar a química da realidade. Querem traçar o mapa de inusitados tesouros. Os olhos dos professores apaixonados brilham quando, no meio de uma explicação, percebem o sorriso do aluno que entendeu  algo que ele mesmo, professor, não esperava explicar.
A paixão é inexplicável, bem sei. Mas também é indisfarçável!!!
Então, desejamos a todos professores apaixonados, uma excelente volta às aulas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário